Policiais militares ensaiam paralisação nacional por PEC 300

Publicado: 09.02.2012 em Greve, PM
Imagem

Rio de Janeiro, RJ – As greves de policiais nos estados são ensaios para uma paralisação nacional pela aprovação da PEC 300. A afirmação é do coronel PM da reserva Adalberto Rabelo. Um dos líderes do movimento no Rio, ele afirma que existe uma articulação entre policiais de vários estados e que muitos estão em Salvador para ajudar e aprender com os grevistas baianos. “Tivemos reuniões em Brasília e planejamos os movimentos nos estados. Estamos em constante contato”, disse Rabelo. De acordo com o coronel, a deflagração de uma greve nacional “é inevitável”.

Rabelo nega as acusações de que os policiais incendiaram ônibus ou participaram de atentados contra a população para aumentar o clima de insegurança na Bahia. “Estes são atos de pessoas infiltradas (na greve) para colocar a sociedade contra o movimento. É inconcebível a participação de policiais. Somos protetores da sociedade”. No Rio, militares marcaram assembleia para hoje, às 18 horas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s