Judiciário promove a III Semana Pernambucana de Conciliação

Publicado: 11.05.2012 em conciliação, Congresso, Judiciário, mediação

Com o objetivo de incentivar e fomentar a cultura da conciliação, reduzindo o acervo e o tempo de duração dos processos no âmbito dos Juizados Especiais Cíveis, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) promove a III Semana de Conciliação. O evento acontece no período de 14 a 18 de maio, das 7h30 às 18h30, no Fórum Desembargador Benildes de Souza Ribeiro (Central dos Juizados).

A III Semana Pernambucana de Conciliação vai contar com 18 de turmas de audiências, sendo 12 no período matutino e seis no período vespertino. Os juízes Heraldo José dos Santos, Auziênio Carvalho Cavalcanti e Paulo Brandão vão atuar em prol da conciliação em 655 processos selecionados para o evento. Os magistrados vão contar com a colaboração de 18 conciliadores.

As ações selecionadas para o evento de conciliação são oriundas do Recife, Olinda e Jaboatão e têm como partes as empresas Oi/Telemar, Banco do Brasil, Íbis C&A, Itaú, HSBC Losango, Vivo Celular, além de diversos condomínios. O evento será gerenciado pelo coordenador dos Juizados Especiais de Pernambuco, juiz Ailton Alfredo; pela coordenadora adjunta, Isabella Augusta Portela; e pela supervisora dos Juizados, Maria Elisabeth Arruda. A III Semana conta com o apoio da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Pernambuco e da Defensoria Pública do Estado.

Juizado de Paulista fará mutirão de conciliação com processos que envolvem a Celpe

O Juizado Cível e das Relações de Consumo de Paulista se prepara para mais um mutirão de conciliação. A ação acontece nos dias 22, 23 e 24 de maio, das 8h30 às 16h30, no Núcleo de Práticas Jurídicas da Faculdade Joaquim Nabuco. Nos três dias de trabalho, serão apreciados 272 processos nos quais a Companhia de Eletricidade de Pernambuco (Celpe) é parte ré.

As audiências unas, modalidade que envolve as etapas de instrução e julgamento na mesma sessão, serão coordenadas pelas juízas Maria Cristina Fernandes e Aline Cardoso. As magistradas vão contar com a colaboração de uma equipe de oito conciliadores. Os processos selecionados tratam de cortes indevidos (em alguns casos, abruptos) do fornecimento de energia, inscrição indevida nos serviços de proteção ao crédito, retificação de fatura por medição irregular e danos morais, dentre outros. O evento conta com o apoio da Defensoria Pública.

Micarla Xavier | Ascom TJPE 

 
Fonte: TJPE
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s