Justiça autoriza guerra entre Políciais

Publicado: 01.08.2012 em articulação, governo, Greve, polícia civil, Polícia Militar

Imagem
Justiça autoriza uso da PM para impedir protesto de policiais civis

O desembargador Silvio de Arruda Beltrão, do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), solicitou ao comandante da Polícia Militar que disponibilize a força necessária para impedir que policiais civis façam uma passeata anunciada para as 14h desta quarta-feira. Os grevistas pretendem caminhar da sede do Instituto de Criminalística (IC), na esquina da Rua Odorico Mendes com a Avenida Agamenon Magalhães, ao Centro de Convenções, onde o governo do estado funciona provisoriamente. 

O desembargador já havia julgado a greve ilegal, em resposta a uma ação impetrada pelo governo do estado. “A categoria dos policiais civis vem paulatinamente descumprindo os termos da decisão que determinou a suspensão da greve com imediato retorno ao trabalho”, disse Silvio de Arruda Beltrão.

O magistrado acrescentou que o movimento “pode importar em grave lesão à preservação da ordem pública, podendo, inclusive, incitar a desobediência civil e a criação de tumulto”.

Com informações do TJPE

Imagem
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s