Auto-Apóstolo Walter Sandro: denúncias de ‘estelionato’ crescem sobre pregador de religião sincrética na Igreja Templária de Cristo na Terra (ITCT)

Publicado: 16.06.2013 em crítica, Reflexão, Walter Sandro
  • walter sandro
    (Foto: Igreja Templária de Cristo na Terra -ITCT)
    Auto-denominado apóstolo Walter Sandro da Igreja Templária de Cristo na Terra -ITCT)

Auto intitulado ‘Apóstolo’ Walter Sandro, é o mais novo líder religioso alvo de acusações de estelionato por ex-fieis e blogs na internet. Vítimas que afirmam terem perdido o seu dinheiro vêm à mídia para denunciar o suposto apóstolo.

Uma das vítimas, Ivonete Valentim, contou ao The Christian Post sobre seu drama com a Igreja Templária de Cristo na Terra (ITCT), que prega uma religião sincrética. Ela diz ter perdido uma quantia próxima à R$21 mil, valor que foi dado como investimento à igreja.

Ivonete tomou conhecimento da igreja através de um programa de Walter na rádio Mundial, em São Paulo. Separada, após um casamento de mais de 15 anos, a ex-fiel encontrou conforto nas palavras do suposto apóstolo e começou a frequentar sua igreja.

“Era bem distante da minha casa, já que eu morava no Jd. Arpoador (Butantã) e as reuniões eram no Ipiranga, mas eu ia quando era possível”, explicou ela ao CP.

A princípio, Ivonete levava seus filhos, mas disse que parou de levá-los porque estavam sendo maltratados em detrimento dos animais que estavam lá, onde o apóstolo dizia que era doação ou para proteção do ambiente.

Ela conta que durante o tempo em que frenquentou foi motivada a inventir R$ 21.000,00 no chamado “grupo de inventimentos”. Nesse grupo, as pessoas se reuniam para investir em negócios que idealmente gerariam emprego e rendas mensais para os mesmos investidores.

Segundo ela, o valor pago viria dos lucros e ainda, uma pequena parcela seria destinada a ajudar a animais e as pessoas carentes.

“O Walter Sandro sempre disse que era uma associação sem fins religiosos e que era aberto a todos que quisessem participar, que não se aceita discriminação de qualquer forma religiosa, sexual, financeira – e que uma das coisas mais importantes a ser observadas é que se tratavam de pessoas com o ideal de transformar este mundo num lugar melhor para se viver e que queriam se ajudar mutuamente – Cavaleiros Templários”, escreveu Ivonete ao CP.

Ivonete receberia cada dia 30 de cada mês, 5% do valor investido, ou seja, R$ 1050, mensais. Além disso, ela poderia pedir o resgates, caso não quisesse mais participar, desde que esperasse 45 dias contratuais.

Entretanto, a ex-fiel conta os pagamentos não eram no dia agendado e ela começou a acumular dívidas. Além disso, ela diz que pediu um adiantamento de R$ 1000 e seu valor caiu para R$ 1000/mensais.

“Não conseguia mais pagar o aluguel e as minhas despesas de água, luz, telefone, e nem comprar comida para mim e para meus filhos e eram várias pessoas me cobrando, porque eles não mais me pagavam”, afirmou.

Ivonete se aborreceu e pediu o resgate, mas não chegou a receber o seu dinheiro de volta. “Depois, a enrolação continuou até que me mandaram um acordo de confissão de dívida , onde me pagariam em 40 parcelas de R$ 500,00, que eu não aceitei e desde então não recebi mais nada.”

Ivonete conta que passou constrangimentos também ao comprar um curso de R$ 700, que não lhe foi completamente dado. Ela também decidiu vender doces, mas afirma que eles eram aceitos por baixo custo e vendidos por um valor bem mais alto.

“Quando levei as cocadas (a única vez) a senhora que me atendeu disse que era muito caro R$1,50, que o retorno seria mínimo (só poderiam ficar se eu lhe entregasse por R$ 1/unid, mas na minha frente ela comercializou a R$ 3/unid – me senti uma otária, acabei deixando o dinheiro com eles.”

Ivonete lamenta que muitas pessoas ‘estejam sendo enganadas’ e afirma que vai entrar com uma ação em São Paulo para reaver o seu dinheiro perdido.

Ela afirma que além de um edifício na Rua Leais Paulistanos, no Ipiranga e uma chácara nos arredores da Rod. Anchieta, a Igreja de Walter Sandro dispõe hoje de 51 salas de reunião em todo o país.

Um blog cristão encontra que Walter Sandro é descrito como “mais um potencial estelionatário”, que nada mais faz do que “juntar técnicas motivacionais, exoterismo e evangelho da prosperidade”.

Segundo o depoimento do blog de de Ivonete, Walter mistura diversas crenças dentro de sua igreja. Ele se diz um evangélico vindo da Congregação Cristã no Brasil; usa imagens e orações de santos e anjos “São Miguel” e “São Francisco” como um católico, inclusive vestindo-se de padre em uma ocasião; usa a figura de mestres ascensinados, com um líder da nova era; e finalmente se auto intitula grão mestre, como um maçônico.

Fonte: The Christian Post

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s